Blog

INDICAÇÕES DO BOTOX NA ODONTOLOGIA

INDICAÇÕES DO BOTOX NA ODONTOLOGIA.

Essa substância é utilizada para normalizar músculo que aparenta hiperfunção, melhorando ranger dos dentes , dor de cabeça, sorriso gengival, entre outros problemas.

Conhecido por melhorar rugas de expressão e flacidez no rosto, o famoso Botox também tem seu uso terapêutico recomendado por dentistas, conforme resolução de março de 2014 do Conselho Federal de Odontologia (CFO). Nesse caso, a toxina botulínica é utilizado na resolução de sorriso gengival, tratamento do bruxismo de dores de cabeça de origem odontológica , entre outros problemas. O diretor  do Instituto Kenedy de Odontologia , Dr. Kenedy Kuhn, especializado em ortodontia e implantodontia, explica que a substancia age paralisando o músculo que esta em hiperfunção, devolvendo-lhe o estado de normalidade.

No caso do bruxismo ou briquismo que é o hábito parafuncional de se apertar os dentes no período diurno ou noturno, provocando o desgaste e a destruição dos dentes e dos trabalhos odontológicos, a toxina botulínica, aplicada de cada lado da face nos principais músculos da mastigação, age como um relaxante muscular, diminuindo a força exercida nos dentes e nas articulações da boca. “ E poucos dias ocorre a interrupção total ou parcial do ranger dos dentes”, afirmar o Dr. Kenedy.

Esse apertamento dos dentes pode desencadear também problemas na Articulação Temporomandibular (ATM) e suas conseqüentes e  dores de cabeça (cefaléia tensional). “Com a aplicação do Botox em alguns pontos da face, esses problemas melhoram significativamente, devolvendo a qualidade de vida ao paciente”.” Em nossa vivência clinica podemos comprovar essa situação com relatos comoventes de melhora da qualidade de via”,conta.

Há casos em que a hiperatividade de alguns músculos da face relacionados ao sorriso podemos comprometê-lo, mesmo com todo o esforço e conhecimento técnico do dentista em devolver a estética do sorriso. O exemplo mais conhecido é o sorriso gengival. A exposição de uma  faixa grande de gengiva ao sorrir pode estar associada á hiperatividade muscular e, sendo assim, a toxina botulínica aplicada pelo cirurgião-dentista corrigirá essa distorção, proporcionando um sorriso muito mais equilibrado.

Somente um profissional capacitado na área de odontologia analisará minuciosamente cada caso e avaliará a necessidade ou não da aplicação de Botox, lembrando que , assim como acontece quando usada para fins estéticos pela medicina, a toxina botulínica na odontologia também tem duração de seis meses e precisa ser reaplicada para continuidade do bom resultado.

Comentários pelo Facebook

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nossas novidades exclusivas
diretamente no seu email